TIM CONDENADA A PAGAR R$ 3.000,00 À CLIENTE

A Dra. Grazielle, advogada do Escritório de Advocacia Santos Figueiredo, teve direito à indenização por danos morais, no importe de R$ 3.000,00 (três mil reais) em razão de cobrança indevida por operadora de telefonia.


Transitou hoje (09/02/2018), sentença que condenou a empresa TIM a pagar a autora a quantia de R$ 3.000,00 (três mil reais) a guisa de indenização por danos Morais. A autora, Dra. Grazielle, embora estivesse em dia com a operadora, teve seu sossego noturno interrompido, por diversas vezes e diversas noites, com ligações e mensagens SMS.


O Excelentíssimo Juiz Leigo do Juizado Especial de Santa Luzia, Dr. Antônio Carlos Magalhães Neto, entendeu que "restou incontroverso as mensagens feitas pela ré, uma vez que os extratos e protocolos junto a ré e prints de tela com mensagens da ré (fls. 05 e 12) demonstram cobranças em diversos dias e horários. A parte ré por sua vez sustenta que esta no exercício regular de direito." (...) "Conforme verifica-se das provas: extrato de pagamento de fatura (fls. 14/15), protocolos junto a ré e prints de tela com mensagens da ré (fls. 05 e 12) a parte ré realizava cobranças fora do horário comercial, mesmo tendo a parte autora informado a forma excessiva de cobrança indevida. Nesse sentido, houve clara falha na prestação de serviços nos termos do art. 18, CDC. Dessa forma, a procedência parcial do pedido de abstenção de cobrança fora do horário comercial é medida que se impõe." (...) "Diante do exposto, julgo PARCIALMENTE PROCEDENTES as pretensões iniciais, resolvendo o mérito nos termos do artigo 487, I, CPC para: I)Determinar que a parte ré se abstenha de realizar cobranças via mensagem de texto ou ligações no número que pertence a parte autora, sob pena de incidência de multa diária no valor de R$ 100,00, limitado a R$ 2.000,00, o que faço com fincas no art. 536, caput, e §§1º e 3º, do CPC; II) Condenar a ré a pagar à autora indenização por danos morais no importe de R$ 3.000,00 (três mil reais) corrigido monetariamente a partir desta data e acrescido de juros de mora de 1% (um por cento) ao mês, por força do art. 406 do Código Civil de 2002, igualmente a partir desta data." Esta sentença foi devidamente homologada pela Excelentíssima Juíza de direito, Dra. Sabrina Alves Freesz.

A relação das mensagens foram:

16/01/2017- Segunda feira

torpedo enviado as 00h17 min

22/01/2017- Domingo

torpedo enviado as 07h33 min

28/01/2017- Sábado

torpedo enviado as 04h42 min

29/01/2017- Domingo

torpedo enviado as 23h15 min

15/02/2017- Quarta feira

torpedo enviado as 04h27 min

19/02/2017- Domingo

torpedo enviado as 02h02 min

20/02/2017- Segunda feira

torpedo enviado as 02h31 min

17/03/2017- Sexta feira

torpedo enviado as 05h29 min

24/03/2017- Sexta feira

torpedo enviado as 03h46 min

05/04/2017- Quarta feira

Torpedo enviado as 03h09 min

Torpedo enviado as 03h10 min

Torpedo enviado as 03h12 min

Torpedo enviado as 03h14 min

Torpedo enviado as 03h16 min

Torpedo enviado as 03h17 min

Torpedo enviado as 03h19 min

Torpedo enviado as 03h20 min

Torpedo enviado as 03h21 min

Torpedo enviado as 03h22 min

Torpedo enviado as 03h23 min

Torpedo enviado as 03h23 min

Torpedo enviado as 03h24 min

Torpedo enviado as 03h24 min

Torpedo enviado as 03h25 min

Torpedo enviado as 03h26 min

Torpedo enviado as 03h26 min

Torpedo enviado as 03h27 min

Torpedo enviado as 03h27 min

Torpedo enviado as 03h53 min


Além das referidas mensagens, houve, também, ligações durante a madrugada, um verdadeiro absurdo. Seria de bom alvitre se a parte adversa, TIM, tivesse proposto um bom acordo, assim, evitaria o reconhecimento de falha na prestação de serviços por uma autoridade judiciária.

Milhões são gastos em publicidade, propaganda em TV, jornais, internet, mas pecam na prestação de serviço, um verdadeiro tiro no pé!

Todos temos problemas com empresas de telefonia, será quantas condenações deverão ser necessárias para que essas empresas respeitem os consumidores? Espero que o judiciário continue protegendo nossos direitos.

Em Santa Luzia a Justiça está com o consumidor!


#Indenizaçãodanosmorais #danosMoraisSantaLuzia

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square